O SEGURO DE BICICLETA É OBRIGATÓRIO POR LEI?

Seguro bicicleta obrigatorio por lei

 

A venda de bicicletas tem vindo a subir nos últimos anos. 🏹

 

A tendência não é nova e a venda de bicicletas portuguesas no estrangeiro valeu mais de 400 milhões de euros, em 2020.

 

Nem a pandemia pôde impedir um crescimento de 5% nas exportações de bicicletas, face a 2019.

 

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística, são mais de 500mil pessoas que usam a sua bicicleta, pelo menos, uma vez por semana.

 

Se aderiste à realidade da mobilidade sustentável, e andas na estrada com a tua bicicleta, seja para te deslocares para o emprego ou seja para apanhares um pouco de ar nos tempos livres, já te deves ter perguntado se é obrigatório teres um seguro de bicicleta…

 

Os carros, motos e outros ciclomotores têm a obrigação de ter um Seguro de Responsabilidade Civil, por isso é pertinente pensar se o mesmo se passa com as bicicletas…

A Bicicleta e o Código da Estrada



De acordo com o Código da Estrada, mais concretamente o artigo 112º,  a Bicicleta é considerada um velocípede.

 

Isto porque:

 

✅ É movido pelo esforço do seu condutor

 

✅ Pode ter um motor auxiliar, com uma potência máxima de 0.25 kw/h, que pára de trabalhar se parares de pedalar ou vai diminuindo a potência à medida que ganha velocidade

 

✅ E não anda a mais de 25 km por hora

 

Se a tua bicicleta cumpre estes requisitos, então é um velocípede e não é obrigatório que tenha um seguro de responsabilidade civil.

 

Caso contrário, e tenha uma potência superior ou ande a mais de 25km/h, já é considerado um ciclomotor e aí, um seguro já pode ser obrigatório.

 

Vê aqui se realmente andas de velocípede ou de ciclomotor.

Seguro de Bicicleta porquê?

 

Bicicletas eléctricas são cada vez mais comuns.

E se usas a tua bicicleta para ir trabalhar por exemplo, podes sentir-te tentando a comprar uma bicicleta com um motor mais potente e que ande a uma velocidade superior. 

 

Mas será que deves ter um Seguro de Bicicleta mesmo não sendo obrigatório por lei?

 

De acordo com o Relatório de Sinistralidade de 2019 da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, 5% dos acidentes registados incluíram bicicletas.

 

Os impactos de um acidente de bicicleta, para o ciclista, podem ser muito graves. 

 

Mesmo que tenhas capacete, o teu corpo não está protegido 🤕, e qualquer embate ou queda que tenhas, pode ser sério!

 

⚠️ Por isso, mesmo não sendo obrigatório por lei, deves pensar que um seguro é importante para:

 

- Tu estares protegido, caso fiques num estado em que necessites de cuidados médicos ou pior

- Se fores culpado pelo acidente, vais ter de pagar os estragos nos outros ou coisas dos outros

- Caso o pior aconteça, deixas a tua família ou entes queridos com alguma folga financeira

 

Se queres saber mais sobre o que inclui um seguro de bicicleta, lê este nosso artigo sobre as 5 coisas que nunca ninguém te disse sobre o Seguro de Bicicleta!

 

Sobre a MUDEY

 

Somos a 1ª plataforma digital de distribuição de seguros em Portugal. Totalmente independente e gratuita. 

 

Através da MUDEY podes comprar e gerir os teus seguros de forma simples, transparente e à tua medida.

Estamos sempre disponíveis através do email [email protected].

Ou através do chat de conversação disponível no canto inferior direito do teu ecrã.

 

Até já!

 

Voltar ao topo